#MeditacaoSampa

Transformando São Paulo a começar por nós mesmos

Em meio à agitação de uma metrópole turbinada, todo paulistano tem algo em comum. Mesmo sob o contraste sócio-econômico e a diversidade de estilos, nas ruas, todos respiram o mesmo ar, escutam os mesmos sons e vêem as mesmas cenas. Compondo todos o mesmo quadro, a disparidade dá lugar à harmonia ao focarmos na similitude em meio às diferenças, na unidade por trás da diversidade. Este é o panorama de um meditador: mais possibilidades e menos dificuldades.

São Paulo é a nossa casa e tem suas normas, seu ritmo acelerado, seu jeitão barulhento e uma riqueza cultural incrível! Dentro do caos urbano, é imprescindível encontrarmos o equilíbrio em nós mesmos. Isto é: em meio a um movimento dispersivo externo, faz-se necessário o contrabalanço com um movimento de introspecção. O valor dado a esse autocuidado interior vem sendo muito enfatizado, resultando que São Paulo tem hoje um número imenso de praticantes de meditação. Inúmeros centros de prática de diversas modalidades estão espalhados pela cidade, o que parece igualmente confuso para o iniciante cheio de dúvidas.

O que de fato é a meditação?
Por que meditar?
Como meditar?
Onde meditar em São Paulo?

Marco Moura, instrutor de meditação no Templo Tzong Kwan na Vila Mariana, responde segundo sua visão e indica caminhos para a meditação urbana.

A meditação é uma prática de cultivo mental que leva ao desenvolvimento de um estado de presença alerta no dia a dia. Não é um método para induzir a um estado mental antinatural ou uma prática ritualística. É verdade que a maioria das técnicas meditativas teve origem dentro um contexto espiritual específico, como budismo, taoismo, hinduísmo, etc. Porém, a maioria dessas técnicas é aberta a qualquer praticante sem que se interfira em sua fé.

Diversas técnicas modernas, como o mindfulness, são variantes da meditação budista tradicional, cuja divisão básica envolve o cultivo da calma pela concentração (samatha) e o treino em atenção plena para a clareza mental (vipassana). Sugiro ao praticante que, além da técnica em si, procure aprofundar seu entendimento na filosofia que a envolve. Isso dá consistência à prática e uma direção para onde seguir.  Leia mais

Por que eu deveria meditar?

Esta é uma iniciativa pessoal, porém, ao entendermos os efeitos de uma mente treinada em meditação, parece tolice não praticar. Afinal, ela é uma ferramenta de conexão com o momento presente e, portanto, com o fluxo da vida. Os benefícios são inúmeros, vêm sendo atestados há milênios por grandes mestres e, atualmente, pela comunidade científica. São listados abaixo quatro motivos essenciais:

Saúde

Beneficia tanto a saúde física quanto psíquica. O cérebro é remodelado, o metabolismo das células é regulado e até mesmo dos genes. É o que as pesquisas científicas têm mostrado. Basicamente, o nosso corpo é moldado pela nossa mente. A mente é o comandante. Se vivemos sob estresse mental, o corpo vai sendo sobrecarregado e se molda em correspondência à mente. Nossa postura demonstra isso, […]

Foco

Concentração, criatividade, capacidade de aprender e até mesmo produtividade no trabalho são efeitos de uma mente hábil na atenção plena. A mente adquire uma qualidade de lucidez que, na verdade, já lhe é própria. Foi dito no passado que a mente é como um espelho brilhante que vai acumulando pó. Não é assim que nos sentimos muitas vezes no dia a dia? Ela acumula lixo […]

Serenidade

Não é incrível poder encontrar paz em nossas vidas mesmo quando tudo parece desfavorável? Poder relaxar sem uso de nenhum entorpecente, sem fuga da realidade… Parece impossível, mas não é. Quando não esperamos que as coisas sejam de um jeito que não podem ser, quando realmente não temos essa expectativa, podemos soltar nossas tensões e nos abrir para o momento presente. Parece loucura, mas desejamos […]

Espiritualidade

Em certo sentido, espiritualidade tem menos a ver com instituições religiosas e mais com a realização do sentido da vida na prática, sem seguir cegamente um roteiro pronto. A meditação faz parte do caminho da autodescoberta e da autorrealização. Sobretudo, é o caminho para descobrirmos a espiritualidade no momento presente: aqui e agora. Se estivermos fechados no casulo do ego para a realidade além dele, […]

Últimas postagens e dicas

Meditação e Vida Diária

Meditação e Vida Diária

Texto original publicado por Marco Moura em http://meditacao.online Existe uma série de benefícios relacionados à meditação – benefícios que não se restringem apenas ao período que estamos sentados meditando, mas que se estendem para a vida diária. Como estabelecer um elo entre a meditação e a nossa mente do dia a dia de modo que não sejam atividades dissociadas uma da outra? Contexto da meditação […]

Leia mais Deixe um comentário
Dos espinhos à rosa

Dos espinhos à rosa

Aqui e agora, quão bem você conhece onde está? Seu lar, seu ambiente, sua cidade. Embora sejamos moradores do nosso próprio corpo, quantos somos capazes de observá-lo com atenção plena? Poucos moradores conhecem de fato suas habitações. Em sua própria cidade, é capaz que muitos turistas a conheçam melhor do que o próprio morador. O turista é movido por um olhar curioso e apreciativo sobre o […]

Leia mais 2 Comentários
A raiz do problema

A raiz do problema

Inaugurando o blog do site, proponho uma reflexão. Parto do princípio de que a meditação que não pode ser levada para o dia a dia não é uma meditação funcional. Precisamos treinar o nosso olhar na vida diária para enxergar a realidade em um nível mais profundo e adquirir a verdadeira compreensão. Enxergar o mundo superficialmente a partir de rótulos nos torna reativos e problemáticos. […]

Leia mais

É verdade que as montanhas do Himalaia parecem mais sugestivas para a prática de meditação do que estando no meio da zona urbana de São Paulo. Porém, o mais importante é aprendermos a encontrar a calma dentro da nossa realidade cotidiana. A cidade oferece muitas opções de centros de prática com diferentes métodos e cada um pode se sentir mais à vontade em um ou outro lugar, praticando esta ou aquela forma de meditação. Porém, cabe um convite:

Na zona sul de Sampa, na Vila Mariana, existe um importante templo budista (Tzong Kwan) que oferece horários específicos para a prática em grupo e também um curso de meditação para iniciantes. O instrutor do curso sou eu, Marco Moura. A prática que realizamos tem relação com a meditação budista de atenção plena (mindfulness) ao corpo. Não é preciso ser budista para praticar, mas é fundamental estar aberto a novas possibilidades de enxergar a própria realidade e, sobretudo, ter força de vontade para abrir mão do modo condicionado de pensar e agir para trilhar um caminho profundo e silencioso.

Indicações

Centro Cultural Tzong KwanPara meditação budista, indico de início o Templo Tzong Kwan na Vila Mariana. Aos sábados das 16h30 às 18h, existe a prática de meditação para aqueles que já estão familiarizados ao método. Para iniciantes, oferecemos o curso de meditação. O endereço deste templo budista chinês pode ser visualizado em seu site.

Na linha do zen budismo japonês, que tem uma forte ênfase em meditação, dois locais oferecem práticas regulares:
Templo Bushinji na Liberdade.
Comunidade Zen Budista da Monja Coen, no Pacaembu.

Também é possível praticar em alguns centros de budismo tibetano pela cidade, além de budismo theravada, onde o único centro que conheço é o Nalanda, inaugurado há pouco em Pinheiros.

Almofadas para meditação